Praia | 17/02/16

Que tal uma cidade a apenas uma hora de São Paulo, com excelente infraestrutura de alimentação e hotelaria, areias brancas, excelentes ondas, charmosa, com belas histórias, mas ao mesmo tempo com uma grande população carente em sua periferia?

Quais as oportunidades que essa cidade desta apresenta para a geração de serviços de primeira linha, que tragam aos turistas muito mais opções do que ir à praia, consumir batidas, cervejas e pratos “commodities”, muito deles mal preparados, e passear no calçadão à noite? Quais as oportunidades que essa população tem para desenvolver novos negócios em vestuário, gastronomia, turismo, lazer, artesanato e serviços gerais?

Vamos montar um projeto para aproveitar o imenso potencial desta cidade!

Data:
Entre 17/2 e 21/02/2016

Quarta-feira
18 – 22h00

  • Compras no super
  • Festa na Churrasqueira
    Quem somos: de onde viemos e para onde vamos?

Quinta-feira
10 – 12h00

  • Exposição, exploração e discussão da ideia.
  • Onde queremos chegar?
  • O que precisamos fazer (what to do)?
  • Como vamos fazer (how to do)?
  • Qual o seu papel? Qual o papel de cada um? Qual o nosso papel?
  • Quais bases de informações temos?
  • Quais informações precisamos buscar?

Quinta-feira
14 – 19hoo

  • Safari: caça de informações

Pós 22h00

  • Passe livre: socialização, imersão cultural, estreitamento de vínculos afetivos com a cidade e com o grupo.

Sexta-feira
9 – 12h00

  • Safari: caça de informações

Sexta-feira
14 – 20h00

  • Trabalho duro: composição do mapeamento e inteligências das informações. Trabalho mais duro ainda: testando as hipóteses

Sexta-feira
22h00

  • Passe livre: socialização, imersão cultural, estreitamento de vínculos afetivos com a cidade e com o grupo.

Sábado
10 – 18h00

  • Trabalho duro. Transposição da ideia ao projeto.
  • Análise das informações, visualização inicial do projeto, discussão de ideias ou de rumos não abordados, confecção do projeto final.

Sábado
20h00

  • Luau
    Vamos curtir a praia

Domingo
Das 10 às 14 horas

  • DIA X: apresentação do projeto final.
  • Discussão sobre possíveis formas de continuidade e implementação.
  • Definição de valores, prospects, participçaões e viabilidade do projeto.

Investimento

Sim, investimento! Os projetos Tow IN Experiência têm como característica a possibilidade de pagar um pouco e sair com muito. Como?

Pagar um pouco significa remunerar as despesas sem gerar lucro. Os conectores são pagos a preços muito justos, e a alimentação e os materiais têm uma caixinha. O grupo decide como usar essa caixinha. Se sobrar algum no final do programa, pode distribuir a grana entre os participantes, doar, remunerar alguma atividade extra ou jogar na sena.

E a parte de sair com muito? Espera-se que ao final sejam geradas ideias e projetos, que podem ser implementados, vendidos, desenvolvidos. E, novamente, o grupo decide o que será feito e como. Assim, se houver geração de caixa com o projeto, o investimento pode ser recuperado. Ou multiplicado.

Veja abaixo a composição do valor do investimento:

Custos praia

Valor:

  • R$ 1.571,00 em até 10 vezes sem juros.
  • Alimentação e hospedagem incluídas

Vagas:

  • 12 vagas

Sobre os horários:

  • O grupo poderá readequar os horários de acordo com as necessidades, sempre por consenso.
  • A rede será formada no início e estará conectada 24 horas.
  • A sede ficará aberta fora dos horários, de acordo com as necessidades dos participantes.urururu
  • Grupos ou participantes poderão estar fora fazendo seus respectivos trabalhos a qualquer momento, mas TODOS devem estar presentes nos momentos separados para organização de trabalhos, apresentação e discussão dos resultados e das atividades a serem desenvolvidas.

Sobre as refeições

  • O grupo será responsável pelas compras, definição do cardápio, preparo das refeições e limpeza do ambiente de convivência.